Marrocos

por

Um tribunal rabínico marroquino proibiu uma cidadã de fazer selfies sem a presença do marido ou dos seus filhos e colocá-las nas redes sociais, num julgamento inédito ocorrido em Setembro. Os tribunais rabínicos são instâncias judiciais marroquinas que existem desde o Protetorado francês (1912-1956) e reservados aos marroquinos de confissão judaica para tratar de questões de família (matrimónio, divórcio, sucessão ou testamentos). A mulher também é obrigada a frequentar ginásios só para mulheres, não ter relações de amizade “com pessoas estranhas (à família) e nem com mulheres divorciadas”.

Fonte: www.dn.pt/mundo

compartilhar

Postagens Recomendadas