Cabo Verde

por

Cabo Verde já conta com mais de 180 casos de malária, um número recorde, já que o maior até agora registado desde 1991 tinha sido 140 casos, em 2000. Em janeiro, Cabo Verde foi distinguido pela Aliança de Líderes Africanos contra a Malária (ALMA) com o prémio Excelência 2017, pelos resultados alcançados no combate à doença. A OMS estima que o país tenha reduzido a sua taxa de incidência e de mortalidade associada à malária em mais de 40% no período decorrente e prevê também que tenha capacidade de eliminar a transmissão regional até 2020. As autoridades do país intensificaram a luta contra os mosquitos, com pulverização espacial e dentro das casas e com campanhas de sensibilização da população para a importância de manter as casas e ruas limpas.

FONTE: http://www.expressodasilhas.sapo.cv/politica/item/54643-cabo-verde-deve-fazer-da-eliminacao-da-malaria-uma-bandeira-nacional-oms

compartilhar

Postagens Recomendadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *