Notícia do Sudão

por

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) afirmou que acesso, recursos e segurança são urgentemente necessários para garantir assistência humanitária a milhares de crianças que sofrem com cólera e diarreia em Iêmen, Sudão, Sudão do Sul e Somália. O quadro se agrava com as taxas crescentes de desnutrição nesses países, que “podem ser mortais para as crianças”, afirmou o porta-voz da agência da ONU, Christophe Boulierac, em uma reunião com a imprensa em Genebra. De acordo com o porta-voz do UNICEF, o Iêmen tem, atualmente, a pior epidemia de cólera do mundo, com mais de 26 mil casos suspeitos e mais de 1,6 mil mortes. Metade desses casos e um quarto das mortes são de crianças, no Sudão, 20 mil pessoas sofrem com a diarreia, que já matou mais de 400 no país. “Mais de 20% da população afetada são crianças”, afirmou Boulierac.

Fonte: ONU Brasil

compartilhar

Postagens Recomendadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *