Martírio: corajoso testemunho de amor

A palavra martírio vem do grego martyria que quer dizer testemunho. Nos primeiros tempos da era cristã, em meio à intensa perseguição, não foram poucos os que derramaram seu sangue por não aceitarem negar o nome de Cristo. Já nos Atos dos Apóstolos encontramos o relato de perseguições que culminaram com a morte do apóstolo Tiago Maior e a dispersão dos cristãos que, em fuga levaram e evangelho a outros lugares além dos arredores de Jerusalém. Ao longo dos séculos, muitos homens e mulheres derramaram seu sangue pela fé como ainda hoje acontece.
Mas há também outra forma de martírio que pode ser assumido cotidianamente, acessível a todos nós: o martírio branco ou incruento, ou seja, sem derramamento de sangue. Em um mundo paganizado como o nosso, assumir nossa fé com radicalidade pode nos levar a morrer com e por Cristo todos os dias. Se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só, mas morrendo, gera vida. Que a intercessão da multidão dos santos mártires aumente em nós o amor e a coragem para ofertar generosamente nossa vida por amor à Verdade.

compartilhar

Ludmila Rocha Dorella

Responsável geral da comunidade. Consagrada da comunidade de vida e celibatária.