100 RAZÕES PARA SEGUIR A JESUS – SÃO PIO X

100 RAZÕES PARA SEGUIR A JESUS – UM CONTRAPONTO AOS QUE DIZEM: SEM RAZÕES PARA SEGUIR A JESUS

Giuseppe Sarto nasceu em 1835 na Itália. Era o segundo dos dez filhos de Giovanni Battista Sarto e de Margherita Sanson. Quando era criança, perdeu o pai e só não deixou de estudar para ajudar a mãe porque ela mesma não permitiu. Continuou seus estudos no seminário graças a uma bolsa.
Foi ordenado em 1858 aos 23 anos. Foi nomeado vigário, pároco, cônego, Bispo de Mantua e Cardeal de Veneza, estando nove anos em cada cargo. Logo no início do exercício do seu ministério, começou a se difundir sua fama de pregador. Dedicava-se ao trabalho com tanta intensidade que dormia apenas quatro horas por noite.
Em 1903, quando o Papa Leão XIII morreu, o Cardeal Rampolla de Tíndaro era tido como favorito no Conclave. No entanto, após o veto formal do imperador da Áustria tal Cardeal já não poderia ser eleito. Foi nestas circunstâncias que Giuseppe Sarto foi eleito tomando o nome de Pio X.
Um de seus primeiros atos como Pontífice foi recorrer à constituição “Commissum nobis” para impedir as interferências do poder civil na eleição do Papa. Foi o primeiro Pontífice do século XX. O seu lema era “Renovar todas as coisas em Cristo”.
Redigiu e aprovou decretos sobre o Sacramento da Eucaristia, nos quais recomendava e elogiava a comunhão diária, com a possibilidade de que as crianças se aproximassem para recebê-la a partir da idade da razão, ou seja, a partir do momento que entendessem quem está na Santa Hóstia Consagrada. Por isso passou a ser chamado o “Papa da Eucaristia”. Antes dele, a comunhão sacramental era uma prática pouco comum. A evangelização e a catequese estiveram muito presentes em seu pontificado. Pio X publicou e fez difundir por toda a Igreja o Catecismo leva seu nome: Catecismo de São Pio X. Era um grande defensor da ortodoxia da fé. Promoveu o canto gregoriano, criou a Pontifícia Comissão Bíblica e colocou as bases do Código de Direito Canônico, promulgado em 1917 após a sua morte. Publicou 16 encíclicas.
Pio X tinha o dom de fazer milagres. Ele realizou muitas curas em vida.
Os mais fracos e vulneráveis eram sempre defendidos por ele com solicitude paternal. Certa vez, fez uma interferência em favor dos indígenas do Peru. Em cada domingo, visitava os pátios, esquinas ou praças do Vaticano para pregar e explicar o Evangelho.
Tendo a postura humilde de quem deseja apenas agradar a Deus, corrigia em tom de brincadeira quem o chamava de Padre Santo dizendo: “Não se diz santo, mas Sarto” referindo-se ao seu sobrenome.
Pio X profetizou a Primeira Guerra Mundial. Quando a guerra iniciou, ele disse: “Esta será a última aflição que me manda o Senhor. Com gosto daria minha vida para salvar meus pobres filhos desta terrível calamidade”. Poucos dias depois, em 20 de agosto veio a falecer, vítima de uma bronquite.
Em seu testamento deixou escrito: “Nasci pobre, vivi na pobreza e quero morrer pobre”
Pio X Foi canonizado em 1954 pelo Papa Pio XII.

Este grande Papa nos dará mais quatro razões para seguimos Jesus:

  •  Seguimos Jesus porque decidimos não nos submeter às interferências do mundo. Estamos no mundo, mas não somos do mundo. Só Jesus pode interferir não decisões da nossa vida, pois só Ele nos governa.
  •  Seguimos Jesus porque só Ele pode renovar todas as coisas em nossas vidas e na história dos homens.
  •  Seguimos porque não precisamos ser grandes para isso, pois Ele elege as crianças como possuidoras de Seu Reino, possuidoras e d’Ele mesmo. Se o reconhecemos, Ele se entregue a nós.
  •  Seguimos Jesus para participarmos de Sua missão. Ele que tanto se alegrou em fazer o bem aos homens, nos convidou a participar de sua alegria confiando-nos a graça de curar feridas do corpo e da alma pela Palavra, pela oração, pela presença, pela ação.

Para quem se sentia sem razão para seguir o Mestre, eis aqui 100 razões!

Sigamo-lO cada dia com alegria e absoluta confiança em Sua graça! Temos uma centena de razões para isso!

compartilhar

Ludmila Rocha Dorella

Responsável geral da comunidade. Consagrada da comunidade de vida e celibatária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *